Minfulness para Liderança na Enfermagem




Trago neste artigo três paixões que tenho: meditação, liderança e enfermagem. Acredito que mindfulness é um recurso complementar capaz de proporcionar mais foco e expansão da autoconsciência, onde todos se beneficiam desde pacientes até equipe de enfermagem.


Mindfulness é um tipo de meditação fácil de praticar e também é denominada de atenção plena. Podemos pratica-la em qualquer momento e por períodos curtos de tempo de até mesmo um minuto. É comprovado pela ciência que meditar exercita o lado direito do cérebro e tornando o indivíduo mais criativo e intuitivo.


Estes já seriam resultados benéficos para indivíduos que exercem papel de liderança e que tenham necessidade tornar-se mais perceptivos ao meio que os rodeiam. Esta meditação trás atenção para o tempo presente e aumenta o foco, desencadeando momentos de maior produtividade e flow* (estado de fluxo e de alta concentração).


A seguir um exercício inicial básico de mindfulness:

  • sente numa posição confortável de maneira que o corpo fique apoiado;

  • identifique um objeto sobre o qual sua atenção será direcionada;

  • observe cada detalhe deste objeto, cor, textura, formas... não precisa avaliar e sim apenas observar;

  • quando a atenção se desviar redirecione-a de volta ao objeto;

  • agora leve sua atenção a seu corpo, como está sentado, perceba as regiões em que seu corpo está apoiado, qual a sensação... temperatura do ambiente e sons;

  • volte sua atenção a respiração agora, perceba o ar entrando e saindo e expandindo os pulmões naturalmente (não forçar a respiração).

Se em algum momento a mente divagar ao passado ou ao futuro, traga-a de volta gentilmente ao momento presente. Mito sobre a meditação: a mente deve ficar sem pensamentos e em silêncio! Os pensamentos continuam, e a orientação de concentrar em algo que esteja acontecendo no presente é o que faz o diminuir a frequência cerebral Beta e entrar na frequência Alfa, onde sente-se paz e calmaria.


Pode-se dizer que a principal vantagem em relação a este artigo é despertar a ideia de que mindfulness pode gerar líderes conscientes. Assim como a musculação hipertrofia e fortifica o músculo, a meditação rotineira estimula habilidades mentais que não são frequentemente utilizadas.


Para desenvolver estas habilidades primeiramente é necessário perceber que é possível ter uma "pausa" mesmo em meio a muitas tarefas que o enfermeiro executa. Estes momentos com nós mesmos gera reflexões sobre auto desempenho e facilita na detecção da origem de algumas situações e como resolve-las. Essa clareza proporciona aceitação da realidade e tomada de decisões mais sábias do que as feitas no passado.


Ser um enfermeiro líder consciente é conectar-se consigo mesmo e por consequência com o outro, e agir de maneira mais respeitosa e humanizada. É ter as as habilidades de clareza, capacidade de concentração, criatividade e compaixão. É estar plenamente presente e autoconsciente.

Com o aumento da capacidade de sentir compaixão e empatia, os líderes apresentam maior habilidade de resolução de conflitos e de manter a equipe em harmonia. Transmitindo esta técnica aos liderados é possível ter colaboradores focados e prevenir eventos adversos ocasionados por distração = segurança do paciente.


No ambiente de trabalho o mindfulness pode ser praticado das seguintse maneiras, conforme sugerido nos exemplos a seguir:

1) durante o exame físico dê atenção detalhada: sequência correta, resposta a comandos, alterações, colorações, simetrias, auscultas, toque, temperatura e texturas, aspecto de dispositivos. Observar o ambiente ao redor: se possui quadros ou informações pessoais do paciente, ouvir na essência o que o mesmo está dizendo. Caso se distraia, foque na sua respiração e nas palavras do outro;

2) durante a lavagem das mãos é um excelente momento. Aproveite para seguir a técnica correta preconizada e observe o toque das mãos, a temperatura da água e a textura do sabão;

3) durante uma reunião, passagem de plantão ou aula, observar seu corpo sentado sob a cadeira, ouvir sem julgamento a opinião dos colegas e se perder o foco voltar a atenção a seu corpo e a sua respiração;

4) ao sentar para realizar uma anotação ou evolução concentrar no corpo na cadeira, observar a respiração e cada palavra que escreve, observar o objeto que está utilizando (caneta ou computador);

5) no momento em que tudo parece um caos ou que percebe que precisa de paciência, sente por um minuto sozinho e faça como indicado no primeiro exercício básico citado no início deste artigo.


Observe que não precisa sair da rotina para exercitar esta meditação e que não precisa ocupar muito tempo do seu plantão. Minfulness trás atenção plena, amplificando a consciência em nós e no outro, sendo uma ferramenta interessante para promover o bem estar e diminuir a ansiedade, melhorar os relacionamentos dentro da equipe e otimizar o desempenho de todos, garantindo assim qualidade e segurança da assistência.



*Estado de Flow, é o conceito que designa um estado natural onde corpo e mente fluem em perfeita harmonia. Com isso, utilizamos nossas habilidades ao máximo para desempenhar determinada atividade.



Disponível em: https://www.linkedin.com/pulse/minfulness-para-lideran%C3%A7a-na-enfermagem-talita-barbi/

5 visualizações

©2017 por Health Coaching